As 7 novas maravilhas do mundo moderno

PetraFonte: Pixabay

Entre os inúmeros lugares surpreendentes que existem no planeta, em 2007 foram selecionadas sete obras-primas grandiosas criadas pelo homem, as quais receberam a classificação de “7 maravilhas do mundo moderno”. Algumas delas já serviram inclusive como inspiração para jogos de cassino online, e para saber que maravilhas são essas, confira a seguir um pouco mais sobre esses monumentos turísticos extraordinários.

1. Grande Muralha da China – China

Construída durante diversas dinastias, os historiadores acreditam que a Grande Muralha da China tenha começado a ser projetada por volta de 220 a.C., a mando do imperador chinês Qin Shihuang, o primeiro da dinastia Qin. O objetivo da muralha era proteger a China e limitar o território ao norte do Império, mas o seu tamanho e magnitude a tornaram uma das construções mais impressionantes da humanidade.

A Grande Muralha da China se extende por mais de 20 mil quilômetros, e ao longo dessa extensão, existem alguns pontos mais populares para a visitação. Um deles é a região de Badaling, devido a proximidade com a capital do país, Pequim.

2. Ruínas de Petra – Jordânia

A região de Petra, na Jordânia, foi habitada pelos Nabateus por volta de 1200 a.C., os quais foram os responsáveis pela construção e o planejamento dos monumentos históricos dessa área. Devido as ações do tempo, o que existe atualmente são as Ruínas de Petra, mas é possível apreciá-las e se surpreender com a complexidade arquitetônica aplicada pelos Nabateus, que construíram o local inteiramente em arenito.

3. Cristo Redentor – Brasil

Localizada no topo do Morro do Corcovado, no Rio de Janeiro, a estátua do Cristo Redentor foi inaugurada em 1931, após demorar cerca de cinco anos a ser construída. Um dos maiores símbolos da cultura cristã do Brasil, a estátua foi feita de concreto e pedra-sabão, e possui cerca de 38 metros de altura.

A ideia para a construção do Cristo já existia desde meados do século XIX, porém, o projeto que realmente deu origem ao monumento surgiu na década de 20. Além disso, a posição da estátua com os braços abertos foi escolhida por simbolizar a paz durante um período histórico em que o planeta enfrentava conflitos generalizados.

4. Coliseu – Itália

Um dos marcos mais importantes do Império Romano, o Coliseu começou a ser construído em 68 d.C., e levou pouco mais de dez anos para ser concluído. Por muito tempo, o local foi utilizado para sediar lutas entre animais selvagens e gladiadores, ou então para a exibição de obras teatrais, o que rendeu o status de principal anfiteatro que já existiu na história da humanidade. Apesar de não possuir mais uma parte de sua estrutura original, ainda é possível identificar toda a grandeza e a importância do Coliseu ao visitar o seu interior.

ColosseumFonte: Pixabay

5. Machu Picchu – Peru

Também conhecida como a “cidade perdida” da civilização Inca, Machu Pichu encanta por sua arquitetura diferenciada, a qual reconta um pouco mais sobre um dos povos antigos mais avançados da América Latina. O local foi descoberto no ano de 1911, e se encontra no alto de uma montanha com mais de 2 mil metros de altitude.

Por ter permanecido abandonada por séculos, desde a conquista da região pelos espanhóis, uma parcela da construção original foi denegrida. Desse modo, para recuperar o monumento, uma parte dele foi reconstruída, respeitando minuciosamente o estilo original, o bastante para que muitos visitantes sequer percebam qualquer diferença.

6. Chichén Itzá – México

Chichén Itzá é uma cidade arqueológica que, entre os anos de 250 d.C. e 900 d.C., funcionou como a capital da civilização Maia. Devido a importância política e econômica que a região possuía para os maias, o local conta com construções consideradas bastante complexas e impressionantes para a época, como é o caso da Pirâmide de Kukulcán e do Templo de Chac Mool. Não por acaso, o lugar recebe milhões de turistas a cada ano e é também tem o status de patrimônio da humanidade pela Unesco.

7. Taj Mahal – Índia

Considerado o monumento mais famoso da Índia, o Taj Mahal é um mausoléu que foi construído entre 1630 e 1652, e necessitou da mão de obra de mais de 22 mil trabalhadores para ser finalizado. Por trás da construção do local está uma trágica história de amor entre o imperador Shah Jahan e uma de suas esposas, cujo apelido era Mumtaz Mahal. Após a morte de Mumtaz ao dar a luz, o imperador decidiu homenageá-la com criando esse mausoléu, à beira do rio Yamuna. Para isso, esforços e recursos não foram poupados, o que justifica a imponência e o luxo do Taj Mahal, que conta com fios de ouro em sua cúpula e o adorno de milhares de pedras semipreciosas.

Taj MahalFonte: Pixabay

 

← Um combo escandinavo-tropical em Tiki Vikings Leilão com os pares de tênis mais raros do mundo →