O curioso caso de Gypsy Rose Blanchard

Dee Dee e Gypsy Rose Blanchard posandoFonte: YouTube

Para que possamos entender a história de Gypsy Rose, teremos que voltar às suas origens. Sua mãe, Dee Dee Blanchard nasceu na Louisiana em 1967 e quando tinha 24 anos, ela engravidou de Rod Blanchard, que naquela época tinha 17 anos. O nome de sua filha, Gypsy Rose, é a combinação da palavra favorita de Dee Dee “gypsy” e  “Rose” porque Rod gostava da banda Gun N’Roses. Logo depois do nascimento de Gypsy em julho de 1991, o casal se separou.

A partir daqui, os eventos ficarão ainda mais tenebrosos, então leia a seu critério.

A infância de Gypsy

Quando Gyp (como era conhecida pela sua família) tinha apenas três meses de idade, fortes indícios do que estava por vir começaram, e sua mãe estava convencida de que ela sofria de apneia do sono, mas ao levar o bebê para o hospital diversas vezes, sempre foi constatado que nada ruim havia com a criança. Aos 7 ou 8 anos, durante uma brincadeira, Gypsy arranhou o joelho e sua mãe achou que essa ferida causaria diversas cirurgias e um tratamento adequado. E a partir daí, Gypsy foi confinada à uma cadeira de rodas, embora ela mesmo soubesse que tinha condições normais para andar. 

Dee Dee dizia que sua filha Gypsy sofria de várias doenças, mas que nunca eram comprovadas através de exames. Ela já disse uma vez que Gypsy tinha problemas de visão e escuta, e mesmo quando uma biópsia muscular não encontrou sinais de distrofia muscular, Dee Dee ainda conseguiu que a sua filha fosse tratada para outras doenças. Uma vez, ela contou aos médicos que sua filha tinha crises de convulsão todos os meses, e os médicos prescreveram medicamento para tratar a doença inexistente.

Casino online Mummys Gold

Depois de uma leitura tão pesada quanto essa que tal relaxar um pouco em um cassino móvel no Brasil? Oferecemos diversos bônus e uma ampla variedade de jogos.

A morte de Dee Dee

Em 2014, Gypsy e seu namorado virtual Godejohn se encontraram pela primeira vez. Godejohn posteriormente disse que durante o primeiro encontro, Gypsy não o achava atraente, mas sim, estranho. Mesmo assim, os dois continuaram o seu relacionamento pela Internet e começaram a desenvolver um plano para matar Dee Dee. Em 2015, Godejohn visitou a cidade de Gypsy enquanto ela e sua mãe estavam em casa na hora de dormir. Ele entrou na casa e Gypsy deu a ele fita, luvas e uma faca esperando que ele matasse a sua mãe (posteriormente, Gypsy disse que não achava de Godejohn seria capaz de cometer o crime.

Enquanto esfaqueava Dee Dee por diversas vezes enquanto dormia, Gypsy se trancou no banheiro e tapou os ouvidos para não ouvir a morte da sua mãe. Os dois tiveram relações sexuais e roubaram 4.000 dólares em dinheiro que Dee Dee guardava da pensão alimentícia de Rod, seu ex-marido. Os dois fugiram para um motel fora da cidade. E não para por aí, pois essa história ainda fica muito mais sinistra e sombria: depois de alguns dias, Gypsy começou a acreditar que os dois tinham conseguido se dar bem com o crime que haviam acabado de cometer e enviaram a arma do assassinato para a casa de Godejohn em outro estado.

No dia 14 de junho, a pedido de Gypsy, Godejohn usou celular para postar 2 atualizações no facebook de Dee Dee para que as pessoas achassem o seu corpo. Posteriormente, Gypsy disse que ficou preocupada com o fato de que muitos dias já haviam passado e ninguém tinha achado o corpo da sua mãe, e que ela esperava que alguém denunciaria a mensagem para a polícia localizar o corpo.

Joey King comme Gypsy RoseFonte: Hulu/YouTube

Polícia no caminho

Depois dessa postagem, os vizinhos e parentes chamaram a polícia que ao entrar no local, encontrou o corpo de Dee Dee e um ambiente doméstico sombrio. A polícia usou o rastreamento de IP para localizar a origem da postagem e logo em seguida o casal foi preso. No começo, antes de saber do planejamento do crime, as pessoas na cidade ficaram preocupadas achando que Gypsy também era vítima desse crime bárbaro, e que se caso ela tivesse sobrevivido, ela estaria sem os seus remédios, cadeiras de roda e todas as coisas que a sua mãe a obrigava a usar como parte do tratamento médico. Os dois foram presos e uma longa novela jurídica começou.

Em 2018, o canal Hulu anunciou a criação de uma série de crimes reais chamada The Act. A série de 8 episódios é baseada nessa história e a atriz Joey King interpreta Gypsy Rose (ela raspou a cabeça pelo papel) e a atriz Patricia Arquette interpreta Dee Dee. O seu lançamento foi em março desse ano.

← Le Kaffee Bar aumenta as opções no menu! Tiger Woods volta a vencer e alcança o auge novamente →